O que é Gestalt-terapia e Existencialismo?

A Gestalt-terapia leva em conta 3 pilares:


1. Contexto em que nos relacionamos:

Nossa experiência é vivida em um contexto especial e relacional. É no aqui-agora que colocamos a maior parte de nossa atenção, mesmo que em alguns momentos podemos refletir sobre o lá-então, passados ou futuro. E na relação conosco, com os outros e com o mundo que podemos colocar significado em nossas experiências.


2. Fenomenologia- existencial:

Fenô o que? Eu sei, parece algo muito confuso. Mas não é. Em linhas gerais, quer dizer que buscamos compreender os fatos da vida pela observação, descrição, contextualização e busca de significado pessoal, encontrando maneiras de compreender os desafios que eles colocam para nós.


3. Diálogo:

Uma forma específica de contato (não apenas conversa) que se preocupa com o meio da relação e o que surge nesse meio. É, por exemplo, aquele momento especial em que estamos com uma pessoa e nos sentimos aceitos, compreendidos e respeitados.


Em meu trabalho, esses 3 pilares se entrelaçam um no outro, construindo uma rede que sustenta a relação de maneira segura e eficiente para fazermos as perguntas pertinentes e estarmos maduros para saber compreender as respostas.


Cada cliente é importante para mim e me esforço para ajuda-los a encontrar as respostas que procuram. Desde 2000, tenho trabalhado com diversos tipos de pacientes passando por circunstâncias únicas em suas vidas.